Como ver o valor Intrínseco de uma ação?

Hoje irei ensinar como ver o valor Intrínseco de uma ação. O valor intrínseco é obtido através de vários cálculos para descobrir o valor real de um ativo.

Existem várias formas de calcular o valor intrínseco de uma ação, umas mais complexas e completas que outras. Neste artigo irei apresentar-te as minhas 2 favoritas até agora:

  1. 10-Year DCF Model: Gordon Growth Exit
  2. 2 Stage Free Cash Flow to Equity

O valor Intrínseco de uma ação

O valor Intrínseco de uma ação também conhecido por fair value/ou valor justo por ação pode ser calculador com uma folha de excel ou até programado para obtermos o valor da respetiva ação rapidamente.

Hoje não irei ensinar-te como calcular, pois eu já fiz um vídeo a dar todas as folhas de excel com os cálculos de finanças para empresas que se encontram no curso gratuito. Por isso se colocares os dados da respetiva empresa que queres analisar nestas folhas de excel então poderás obter adicionalmente:

  • cashflows incrementais
  • Adjusted Present Value
  • estrutura de capital – custos de agência
  • WACC
  • FCFF e EVA (Discounted Cash Flow)
  • DDM – DIVIDENDOS FUTUROS
  • E COMPARAR COM OUTRAS EMPRESAS

Infelizmente muitas pessoas acharam isto complexo. Logo vou apenas dar-te os sites que irão servir de atalhos para teres de imediato o valor intrínseco de qualquer ação. Basta ires a um dos seguintes links dependendo da tua preferência do modelo para o cálculo (irei utilizar a Micron Tech como exemplo):

10-Year DCF Model: Gordon Growth Exit – https://finbox.com/NASDAQGS:MU/models/dcf-growth-exit-10yr

2 Stage Free Cash Flow to Equity – https://simplywall.st/stocks/us/semiconductors/nasdaq-mu/micron-technology

No segundo link provavelmente terás que criar conta para aceder a esta informação. É dado um período de experimentação premium e assim que acabar podes utilizar o plano gratuito.

2 Stage Free Cash Flow to Equity

No 2 Stage Free Cash Flow to Equity calculam o valor intrínseco com base no ‘Levered Free Cash Flow’ da estimativa média de 31 analistas, o ‘Discount Rate (Cost of Equity)’ e ‘Perpetual Growth Rate’.

Para o cálculo do ‘discounted cash flow’ é utilizado o ‘discount rate’ que tem alta importância, e para tal é utilizado:

  • ‘Risk-Free Rate of 5-Year Average of US Long-Term Govt Bond Rate’.
  • Equity Risk Premium do S&P Global
  • Semiconductor Unlevered Beta (no caso da MICRON)
  • Re-levered Beta = 0.33 + [(0.66 * Unlevered beta) * (1 + (1 – tax rate) (Debt/Market Equity))]
  • Levered Beta (practical range for a stable firm)
  • Discount Rate/ Cost of Equity = Cost of Equity = Risk Free Rate + (Levered Beta * Equity Risk Premium)

Depois ainda com base no ‘Levered FCF’ dos próximos 10 anos onde é calculado o ‘Present Value’. E por fim o ‘Terminal Value’, o ‘Present Value of Terminal Value’, ‘Total Equity Value’ e finalmente o ‘Equity Value per Share’ que irá nos dar o resultado final do valor intrínseco da ação.

Isto é tudo cálculos necessários segundo este modelo, e com base nestes dados ainda podes calcular o ‘Discount to share price’. Por isso penso que tenhas os recursos necessários para fazer uma boa análise. Mas se ainda tiveres dúvidas pergunta nos comentários.

Se quiseres aprender na prática como utilizar o valor intrínseco para lucrar com as ações no longo termo então vê o seguinte vídeo:

Leave a Comment